O que é a sociologia?

113Vítor Sérgio Ferreira é investigador auxiliar e coordenador do LIFE Research Group no ICS-ULisboa.


26913671_10156344896149925_1687957466_n.png

Partilho convosco no Blog do LIFE Research Group um texto de divulgação científica que me foi pedido pelo projeto “Ciência na Imprensa Regional – Ciência Viva“, e que foi publicado em vários jornais regionais e repostado no Blog De Rarum Natura [a natureza das coisas]. O desafio, bastante mais complicado do que à partida pode parecer, era escrever um texto que explicasse ao “cidadão comum”, leitor de imprensa regional, o que é a Sociologia.  Sem pretender falar em nome dos meus colegas e pares, esta é a forma como entendo a especificidade do ofício de sociólogo:

É inescapável: todos e todas estamos inseridos em redes de relações sociais que nos influenciam – e que nós também influenciamos – no que pensamos, no que dizemos e no que fazemos no dia-a-dia. Desde que nascemos, na família. Na escola, entre colegas e professores. Entre os nossos amigos e os nossos vizinhos. Associamo-nos a coletivos de pessoas, uns mais formais (associações, partidos políticos, movimentos sociais, clubes ou igrejas, por exemplo), outros mais informais (o grupo de amigos do futebol ou com quem se pratica outras atividades, a banda musical que se forma, as pessoas do facebook ou de outras redes sociais com quem se interage, ou os amigos que se encontram regulamente). Integramo-nos em empresas ou em outro tipo organizações de maior ou menor porte para trabalhar, lidando diretamente com hierarquias e relações profissionais. Experimentamos vidas em comum, com amigos, conhecidos, namorados, companheiros. Construímos novas famílias, e várias, ao longo da vida. Continuar a ler

Educação infantil: implicações étnicas e raciais

mulekaChristian M. Mwewa é professor na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/Brasil e investigador-visitante no ICS-ULisboa
alexandre.jpgAlexandre Fernandez Vaz é professor na Universidade Federal de Santa Catarina/Brasil e investigador CNPq


ff-e1522850493590.jpg

Temos em curso uma pesquisa cujo objetivo é Explicitar, compreender e analisar relações sociais tensionadas e tangenciadas por questões étnicas nos contextos formativos da Educação infantil nos Centros de Educação Infantil na Cidade de Três Lagoas-MS-Brasil[1]. Esta pesquisa tem como objetivos específicos os seguintes:

(1) Mapear em periódicos Nacionais os pressupostos epistemológicos em que são pautados os artigos que tematizam as quetões das relações étnicas na Educação Infantil ou que abordam o tema das crianças;

(2) Analisar tensões da temática étnica nos documentos oficiais Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, mais conhecida por LDB, a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996; do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (2010);

(3) Investigar as práticas pedagógicas promotoras da diversidade frente à formação cultural do(a) educador(a).

Para isto, pretendemos conhecer e analisar as práticas educativas das professoras sobre a temática das relações étnicas. Foram feitas duas perguntas para todas as entrevistadas: (1) o que você entende por relações étnicas e raciais? (2) como a sua concepção de relações étnicas e raciais influenciam a sua prática pedagógica? A primeira etapa da pesquisa foi publicada sob o título de Mediações étnico-raciais no contexto da Educação Infantil em Três Lagoas/MS: um estudo de casoContinuar a ler